quarta-feira, 30 de maio de 2012

Admirador

Cor, dança, flor, roda
saia, perna, pé e chão
dependendo até incomoda
ou pode trazer comichão

olhos de corsa, de jabuticaba,
toda ela curvas, toda curva calor
um calor que até atrapalha
o trabalho do trabalhador

Dançando a dança da chuva
chovendo na seca do norte
goteja seu eu e abusa
sotaque e tempero bem forte

queria eu ser profundo
queria falar das ideias
queria entrar no seu mundo
queria não ser só platéia
queria falar dos amores,
dos temores e das ambições
queria mostrar que as cores
são completas de emoções

queria, queria e queria
querer nem sempre é poder
me contento em não saber nada
me contenho só com o te ver

meus olhos que piscam, procuram
 me ajudam a imaginar
que a fazem rainha do reino
que eu crio lá no meu penar.

domingo, 20 de maio de 2012

Mudança de setênio.

Tirar tudo da cabeça,
colocar coisa nova;
coisa que não pereça
do tipo que não tem cova

Olhar para o eu.
olhar para o outro.
achar-se no breu
cada vez mais torto

Esquecer o que nem é passado
e viver o que não é presente
melhorar para si,
mudança permanente.

Tudo tem ligação,
teu tudo te espera lá fora
com todas as cores do céu
apressa-te, que não demora.