terça-feira, 14 de junho de 2011

Florescer

Eu sorri e você sorriu.
Eu gostei e quis ficar a noite toda.
A Lua também sorriu.
Eu fui pra casa e sonhei com você.
Tinha coisas que eu tinha certeza que me deixariam muito triste.
Eu achei que choraria.
Eu só senti saudades de você.
Não é mais do jeito de antes.
Floresceram em mim tuas cores.
Ainda não desapareceu, mas já cicatrizou.

A zabumba mais bonita da cidade.

Um comentário:

  1. Quais feridas foram abertas, que causariam a tragédia de seu choro?

    A lua que um dia sorriu, hoje está em eclipse (segundo jornais, a resposta é sim)? Me parece intocável, talvez por ser igualmente incompreensível, um corpo celeste tão distante. Talvez por isso, eu me contente em me banhar no lago em que vejo seu reflexo.

    ResponderExcluir