sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

O Jogo

É um jogo. Um vai, joga e espera.O outro vai, analisa a jogada e joga em seguida.
O jogo é envolvente. O jogo prende a gente. A gente joga e se diverte sem querer saber quem ganha, afinal, todos sabem: o importante é competir!
Olhos atentos a próxima jogada. Qual será a tática usada? Quais as regras? E quem apita?
Bem, já é pedir demais!
A gente joga, a gente não pensa, nem usa tática, ou não repara nisso. A gente não sabe as regras e nem conhece o juiz. Talvez sejamos nós mesmos os juízes. É...somos nós.

3 comentários:

  1. Sem táticas, regras, nem juiz. Como em qualquer esporte amador, o que move é o sentimento. Eu abdico de apitar qualquer coisa, assim, me privo de conhecer e de obedecer qualquer regra.

    Estamos competindo? Minha sensação é de que se eu for derrotado, vencerei. Que paradoxo!

    Ps.: Copiei meu comentário anterior para o meu blog, se não se importa.

    ResponderExcluir
  2. Imagine, eu estava pensando em fazer o mesmo..haha

    ResponderExcluir
  3. Abandonei o jogo quando li as palavras "GAME OVER" no meu televisor...

    Mas ando com vontade de tirar o video game da prateleira empoeirada em que está guardado.

    Esse jogo é viciante!

    ResponderExcluir